13 de junho de 2009

Fusion Tables: o Banco de Dados da Google


A Google lançou na surdina um novo serviço beta no Google Labs: o Google Fusion Tables.

Trata-se de um SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) Online, que era o pacote que faltava ao Google Docs, que já possui um Editor de Texto, Planilha Eletrônica e Gerenciador de Apresentações.

Segundo a própria empresa, o Fusion Tables vai suportar grandes bases de dados, diferente do Google Spreadsheets, que suporta apenas pequenas planilhas. Durante essa fase de testes existe uma limitação de 250MB por usuário.


Um ótimo recurso do Webware é a criação de gráficos interativos, que dão banho em qualquer Microsoft Access por aí.

Estou aqui experimentando, dê uma olhada também!

Celular da Samsung recarrega com o sol

Na última quinta-feira, 11, a Samsung lançou o primeiro celular do mundo com bateria recarregável por energia solar. O modelo ecologicamente correto apresentado pela empresa chama-se Crest Solar – E1107.

A autonomia do aparelho, no entanto, ainda não é das mais sedutoras. Com uma recarga de 60 minutos com raios solares, o celular permite entre 5 a 10 minutos de conversação. O E1107 é compacto e possui toques em MP3, joguinhos e rádio FM.

O Crest Solar será lançado neste mês em alguns mercados da Ásia e da Europa. No Brasil ainda não há previsão de chegada.

Europa terá Win7 sem Internet Explorer

A Microsoft informou que o Windows 7 vendido na Europa não terá o Internet Explorer incluído. A escolha da empresa aconteceu após acusações de que o novo sistema operacional estava dificultando a instalação de outros navegadores.

A companhia também garantiu que com as novas modificações será mais fácil de utilizar outros browsers na plataforma. Interessados em instalar o IE8 poderão fazer download gratuito por meio do site ou instalar utilizando DVDs que serão distribuídos em lojas.

O Windows 7 está previsto para ser lançado no dia 22 de outubro.

Google Quality Score: conheça o segredo do leilão do Google AdWords

Se você usa o Google AdWords para qualquer campanha de marketing (ou tem uma agência que faz isso por você), conhecer o que está por trás do leilão do Google e como o preço pago por cada clique é determinado, é fundamental.

Primeiro, uma breve explicação sobre como se determina a ordem dos anúncios exibidos nas páginas de buscas do Google (se isso é básico demais para você , pule para o próximo parágrafo). O Google sempre está preocupado em balancear três participantes do sistema de buscas - anunciante, usuário e o próprio Google. Nos primeiros sistemas de leilão de posições de anúncios em buscadores, o único critério que determinava a ordem dos anúncios era o lance de cada um. Ficava em primeiro quem fazia a melhor oferta. O problema desse modelo é que o anúncio poderia ser totalmente insignificante para o usuário que fez a busca. A grande inovação do Google foi criar um índice de qualidade para os anúncios, o chamado Quality Score. No Google AdWords, então, além do lance de cada anunciante, a qualidade do anúncio é levada em consideração para decidir a ordem dos anúncios e o preço a ser pago também.

Mas no que consiste o Quality Score? Essa é a resposta que o Google nunca revela, porém o que eles indicam é que são basicamente três fatores, com pesos desproporcionais. O primeiro e mais importante é a taxa de clique ou CTR (click-through rate), o segundo é a relevância do anúncio (aqui diversas variáveis contam, mas todas ligadas à linguagem do anúncio e a palavra buscada) e o terceiro é a página de destino (ou landing page). Da composição destes três fatores é atribuído um Quality Score ao grupo anúncio/palavra-chave.

E como se determina a ordem dos anúncios e o valor a ser pago? A ordem dos anúncios a serem exibidos é determinada pelo Ad Rank (multiplicação do lance pelo Quality Score). Primeiro calcula-se o Ad Rank de cada anúncio e se ordena do maior para o menor.

Apple: 11 milhões de downloads do Safari 4

No começo da semana, a Apple lançou oficialmente a nova versão do seu browser, o Safari 4. Apenas três dias se passaram e a empresa anunciou que 11 milhões de downloads já foram feitos. Um recorde para a empresa.

A Apple começou a desenvolver seu próprio browser para o Mac OS X e, algum tempo depois, também para a plataforma Windows. Este foi um desafio lançado quando a Microsoft parou de desenvolver o Internet Explorer para o Mac alguns anos atrás.

Encerrou a transmissão de TV analógica nos EUA

Termina nessa sexta-feira, 12/06, as transmissões da TV analógica nos Estados Unidos. Segundo dados da Nielsen, empresa que mede audiência de emissoras norte-americanas, cerca de 3 milhões de lares ficarão sem sinal de televisão. O número corresponde a quantidade de aparelhos que ainda não possuem conversores. De acordo com a empresa, os moradores da área rural e a população de renda mais baixa serão os mais afetados com o fim da transmissão.

A medida estava programada para janeiro de 2009, no entanto, o número de residências que ficariam sem sinal de TV na época era ainda maior, totalizando cerca de 5 milhões. Para acelerar o processo, o governo dos Estados Unidos passou a distribuir cupons no valor de US$40,00 para a população trocar em lojas e adquirir conversores digitais. No país, aparelhos de conversão mais simples custam aproximadamente US$50,00.

Informações do Wall Street Journal apontam que o fim da transmissão analógica gera interesse nas empresas de TV paga que acreditam que a falta de sinal pode fazer com que consumidores optem por pacotes de TV por assinatura.

12 de junho de 2009

Qualidade de áudio

O formato MP3 está dominando o mundo, mas será mesmo que ele é o melhor?
Geração MP3: esses são os jovens de hoje. O formato de música digital mais famoso de todos os tempos está na boca e nos ouvidos do povo, na mira da pirataria e nos players portáteis de todo o mundo.

Enquanto isso, vinis viram relíquias em sebos e as fitas K7 são esquecidas no fundo do armário. Aliás, não é surpresa se muitos dos jovens de hoje nunca tenham tido o prazer de ouvir um bom disco de vinil em uma vitrola antiga.



Os formatos de música digital estão em todos os cantos e são eles que compõe a trilha sonora da vida de cada usuário. Mas e aí, será que você sabe aproveitar as tecnologias de áudio disponíveis ou qualquer arquivo MP3, independente da qualidade, está de bom tamanho para seu ouvido?



Não importa o seu estilo musical, a qualidade de áudio em uma música digital é algo de grande importância. Cada formato, cada tamanho, cada arquivo possui uma qualidade diferente e isto influencia diretamente em como você ouve uma música. 



Procure um CD de música qualquer em sua gaveta e coloque-o para tocar em seu rádio. Agora, escolha um MP3 e escute-o nas caixinhas de som de seu computador. Notou a diferença de ruído e compressão?

Qualidade, formato e compressão

Dicas do XP: como melhorar a velocidade de upload

Uma forma rápida e fácil para melhorar a velocidade dos uploads em até 100%.
Muitas pessoas se preocupam com a taxa de download de uma conexão. Para isso, existem diversos artigos, dicas e programas que ajudam a melhorar a velocidade de download para baixar programas mais rapidamente. No entanto, poucos ajudam na hora de enviar arquivos: o famoso upload.

Afinal, o que seriam dos downloads sem os uploads? Alguém tem que colocar os arquivos na rede para podermos baixar o conteúdo. Mostraremos a seguir uma dica que promete aumentar a taxa de upload em até 100%.

O futuro da alta definição: Super Hi-Vision

  1. A nova tecnologia para cinema e televisão já está sendo desenvolvida. Surpreenda-se com a Ultra High Definition.

    Você pensa que a televisão de alta definição possui uma tecnologia de ponta? Para o presente momento ela até pode ter ótima qualidade, mas num futuro não muito distante a HDTV ficará obsoleta. Abaixo mostraremos a nova televisão que chegará para acabar com a HDTV, ou não, confira.
    Uma introdução ao SHV
    O Super Hi-Vision(SHV) — também conhecido como UHD (Ultra High Definition) —, ainda é uma tecnologia em desenvolvimento, que começou a ser elaborada em 2002. A nova tecnologia para televisores de alta definição está sendo desenvolvida pela NHK Science & Technical Research Laboratories em parceria com a BBC (talvez a maior emissora do mundo) e a RAI (um dos canais mais assistidos na Itália).

Google estreia banco de dados na nuvem

Sem fazer alarde, o Google acaba de colocar o pé um novo terreno: o de bancos de dados hospedados na nuvem.

O gigante das buscas anunciou no seu blog de pesquisas um banco de dados chamado Fusion Tables, tendo como bandeira principal a facilidade de uso.

“O Fusion Tables não é um sistema de banco de dados tradicional focado em queries complicadas de SQL e processamento de transações”, define o post sobre o novo produto.

A proposta da ferramenta é fundir a gestão de dados com a colaboração, unir múltiplas fontes de dados e discussões sobre eles, consultas, visualização e publicação na web.

Como funciona a Realidade Aumentada




Se você pensava que objetos pulando para fora da tela fossem coisa de filme de ficção científica, conheça a Realidade Aumentada.

É impossível que objetos reais interajam com objetos virtuais, ou vice-versa, certo? Errado! Dê as boas vindas a uma tecnologia que já começou a revolucionar a maneira como o ser humano interage com as máquinas (e as máquinas com o ser humano): a Realidade Aumentada, ou (RA). Não se preocupe: ainda estamos longe de acontecimentos como os ilustrados em filmes como Matrix e Exterminador do Futuro, se é que eles serão possíveis algum dia. No momento, as máquinas estão ganhando mais “personalidade”, mas isso só significa que elas estão cada vez mais cordiais e responsivas às ações humanas.

De uma forma simples, Realidade Aumentada é uma tecnologia que permite que o mundo virtual seja misturado ao real, possibilitando maior interação e abrindo uma nova dimensão na maneira como nós executamos tarefas, ou mesmo as que nós incumbimos às máquinas. Assim, se você pensava que objetos pulando para fora da tela eram elementos de filmes de ficção científica, está na hora de mudar seus conceitos. Aliás, o que acontece com a Realidade Aumentada é o contrário: você pulará para dentro do mundo virtual para interagir com objetos que só estão limitados à sua imaginação.

11 de junho de 2009

Entenda as principais hipóteses sobre o acidente do voo 447

Possibilidades foram levantadas ao longo da semana.
Airbus desapareceu sobre o Atlântico na noite de domingo (31).


Diversas hipóteses foram levantadas para explicar o acidente do voo 447 da Air France desde que ele desapareceu sobre o oceano Atlântico na noite de domingo (31). O G1 ouviu especialistas durante toda a semana e agora reúne explicações possíveis para a queda do Airbus.

Entenda como funcionam as caixas-pretas de um avião

Dispositivo resiste a fogo, água, impacto e pressão.
Falta de energia elétrica não atrapalha gravação de informações.


Apesar de provavelmente estar em uma área de grande profundidade no oceano, a caixa-preta do Airbus da Air France que caiu no Atlântico deve ter sobrevivido ao impacto e ter seus dados intactos. O dispositivo é feito para suportar a pressão de até seis quilômetros de profundidade.

Mesmo no caso de uma pane elétrica, a caixa preta continuaria registrando dados. “A caixa-preta tem uma bateria própria, que é acionada quando ela se solta do avião ou quando ele apresenta uma pane elétrica. Assim ela continua registrando dados até o momento de um eventual impacto”, explica o professor de engenharia aeronáutica da USP Fernando Catalano.

Imagens em HD 720p e 1080p


1 = 480i

2 = 480p

3 = 720p

4 = 1080p

Google Street View no Rio!


Todos sabem que o serviço Street View da Google é feito por um carro equipado com várias câmeras no teto para poder capturar todos os ângulos, teve até o caso de um post que o Raphael Alves fez mostrando que o carro que passa nas ruas tirando fotos tinha atropelado um filhote de veado e as câmeras registraram tudo.

Entretanto, as coisas boas só acontecem bem longe pois não se tem o carrinho do google passando em frente á nossa casa, mas para felicidade de todos a Google Brasil fechou acordo para trazer o serviço de captura de imagens de ruas e avenidas Street View para diversas cidades brasileiras.

Twitter pode sofrer pane


De acordo com os especialistas da Wherecloud, o Twitter pode sofrer uma pane gerar e acabar subindo no telhado.

O motivo seria a capacidade posts suportados pelo banco de dados do site, que vai até 2.147.483.647 atualizações. Quando este número for atingido, é possível que ocorra uma pane geral nos aplicativos que utilizam a API do Twitter.

Atualmente, a média de posts é 186 a cada segundo. Se continuar nesse ritmo, o fatídico número será alcançado no dia 13.

O site Twitpocalypse, acompanha a quantidade posts, e a data aproximada do ‘apocalipse’ do Twitter.

As 10 melhores Invenções Tecnológicas

1º. Internet - Se você quisesse acessar a internet na década de 90, tinha que ouvir o barulinho chato do sinal dial-up. Não dava nem pra se conectar escondido dos pais. Toda a tecnologia por trás da internet, começou a vigorar em meados da década de 80, mas só ganhou um público considerável com a criação da “world wide web”, liberado pelo laboratório suíço CERN em 1991. E o resto, virou história, que pode ser encontrada na própria internet.

OS X - A evolução continua!

Dando continuidade à evolução do OS X, vale dizer que o OS X é baseado no UNIX, sistema operacional utilizado em universidades conhecido pela sua robustez. Porém a base primaria do OS X, descendeu diretamente de um sistema operacional chamado NextSTEP da antiga empresa de Steve Jobs – CEO da Apple, de nome quase homônimo: Next. Essa empresa foi fundada por Steve, quando ele foi demitido da Apple e depois, com o seu retorno, foi incorporada à empresa de Cupertino. O desenvolvimento do NextSTEP foi feito de 1986 a 1996 e foi fundamental para o novo sistema operacional da maçã.

A primeira versão do OS X, na realidade, foi uma distribuição beta de codinome Kodiac, em 2000. No entanto, diferentemente do que a Apple costumava (e costuma ainda hoje) fazer, esse beta foi aberto a todos os usuários mac. A avaliação feita à época foi que era um sistema “para o futuro” e que ainda tinha que percorrer um longo caminho para se tornar o sistema operacional de fábrica da empresa.

Novo tradutor do Google permite edição de texto

O Google lança nessa terça-feira, 09/06, o seu kit de tradução, Google Translate, com suporte para 47 idiomas.

Criado na Índia, o aplicativo além de traduzir textos e conteúdos de sites, também permite que os usuários editem os materiais após terem sido convertidos para outro idioma.

A intenção do novo sistema é melhorar a precisão da tradução. Com a tecnologia, o tradutor vai comparar as características dos textos nos dois idiomas e, depois de feito o processo, o usuário poderá modificar o conteúdo caso sinta necessidade.

O Google Translate também fechou acordo com o Wikipedia, que garante aos usuários a possibilidade de efetuar download de um artigo, traduzi-lo no idioma desejado com o uso da ferramenta, corrigi-lo, e então publicá-lo na enciclopédia. Melhorando também a qualidade de conteúdo do site.

Usuários já podem fazer download do Fedora 11

Criado pela empresa de tecnologia Red Hat e uma comunidade de outras companhias desenvolvedoras, o Fedora 11, uma distribuição Linux, já está disponível para download gratuito.

Com um boot de apenas 20 segundos, o sistema operacional está mais ágil graças a soluções aplicadas no núcleo do sistema, que possibilitam inicialização e carregamento dos drivers mais rapidamente.

O quesito multimídia ganhou alguns acertos na compatibilidade com sistemas gráficos criados pela ATI, Intel e Nvidia. Em versões anteriores, os usuários encontravam dificuldades para configurar alguns sistemas. A nova versão ganhou um controlador de áudio novo em folha, que possibilita deixar os programas com diversas configurações de som.

O Fedora 11 está disponível em dois ambientes gráficos, o Gnome e o KDE. Clique AQUI para fazer o download.

Os dados da sua empresa estão seguros?

A discussão sobre as diferenças entre “dado” e “informação” é antiga. Diversos autores definem estes dois conceitos de várias maneiras. A própria evolução da área de informática fez com que a denominação “Processamento de Dados” passasse à “Tecnologia da Informação”. Mas o que importa é que a perda do dado ou da informação pode causar sérios prejuízos para as empresas.

Grande parte das vezes isto pode ocorrer devido à falta de um sistema de armazenamento eficiente ou à falta de cuidados com a segurança dos dados ou informações. Os cuidados com as formas de armazenamento dos dados são tão importantes como escolher o servidor, o banco de dados ou a aplicação, mas são preteridos ou ignorados na hora da compra da solução. Muitas vezes, as decisões sobre o armazenamento de dados limitam-se a tipo e capacidade dos discos.

É certo que a dor de cabeça do gestor é enorme quando um servidor pára porque um disco quebrou. Os prejuízos para a empresa poderiam ser evitados se, no momento da compra, o responsável pelo projeto de servidores tivesse comprado dois discos ao invés de um e adotado algum tipo de armazenamento que permitisse a redundância para garantir a segurança das informações.

Órgão anti-monopólio russo investiga Microsoft

Órgão anti-monopólio da Rússia investiga as vendas do sistema operacional Windows XP no país. O jornal Wall Street Journal informou que as investigações contra a Microsoft iniciaram na quinta-feira, 04/06.

Análise feita pelo órgão conclui que a empresa possui posição dominante no mercado, no entanto, diminuiu as vendas do sistema operacional na Rússia sem nenhuma justificativa econômica para a ação.

A Microsoft se manifestou por meio de porta-voz garantindo que a empresa não foi avisada sobre a investigação de anti-monopólio e nem sobre o corte de vendas do Windows XP no país.

Em junho de 2008 a empresa havia encerrado as vendas do Windows XP por meio de distribuidores e revendas.

Bing conquista o segundo lugar em três dias

Em apenas três dias de funcionamento o Bing, novo buscador da Microsoft, já superou a colocação do Yahoo Search. O recurso alcançou na quinta-feira, 04/06, o segundo lugar entre a área de pesquisa online no mundo.

Na data, o buscador representou nos Estados Unidos 16,2% das buscas, enquanto o Yahoo Search ficou com 10,2%. Em âmbito global, o Bing conquistou 5,6% contra 5,1% do seu concorrente direto. Os dados foram informados pela empresa de análises StatCounter nesta sexta-feira, 05/06.

Para o chefe executivo da StatCounter, Aodham Cullen, o sucesso inicial do Bingo pode ser compreendido pela novidade do sistema. Cullen também acredita que o buscador pode conquistar espaço definitivo antes mesmo das previsões da Microsoft, que tem como objetivo tornar o Bing o segundo buscador mais acessado em 5 anos.

Em contrapartida, o analista da Forrester Researcher, da Shar VanBoskirk, afirma que três dias não são o suficiente para dizer como a ferramenta enfrentará os líderes no ranking: “Três dias não são suficientes para dizer que o buscador ganhou a briga”, disse.

VanBoskirk aposta nas semelhanças existentes entre o Bing e o Yahoo Search como estratégia para conquistar mais rapidamente o segundo lugar. Quanto ao Google, o analista acredita que o buscador da Microsoft não ainda consegue se colocar como concorrente real. “O Bing ameaça mais ao Yahoo do que ao Google porque o Yahoo tem sido o tipo de buscador de conteúdo, enquanto o Google é um buscador de utilidades”, disse VanBoskirk.

Google anuncia Chrome para Mac e Linux

O Chrome, navegador do Google, já está disponível para os sistemas operacionais Mac OS X e Linux. As novas versões foram anunciadas na última quinta-feira, 04, mas os executivos do gigante das buscas aconselham que apenas desenvolvedores façam o download, já que a plataforma ainda está incompleta.

O usuário ainda poderá encontrar problemas ao assistir vídeos no YouTube, realizar mudanças nas configurações de privacidade ou até mesmo no provedor padrão de busca. A companhia não fixou uma data, mas disse que em breve os ajustes necessários serão feitos para que o Chrome rode de maneira eficiente no Mac e Linux.

Os desenvolvedores interessados podem seguir os passos dos ajustes por meio do fórum Chromium, no Google Code.

Celulares ganharão telas 3-D

A visão tridimensional começa a dar seus primeiros passos em algumas salas de cinema, mas praticamente não avançou na televisão e nos equipamentos domésticos.

Mas, de acordo com pesquisadores europeus, a história pode começar a mudar justamente onde menos se esperava: na tela dos telefones celulares, players e iPods.

"O mercado de equipamentos portáteis tem sido muito mais dinâmico e receptivo a novas tecnologias do que o mercado de televisores, já que a ideia mais geral de mobilidade é baseada no dinamismo," defende Atanas Gotchev, coordenador do projeto europeu Mobile3-DTV.


Filmes 3-D no celular
Quando o assunto é a projeção 3-D, a grande vantagem dos aparelhos portáteis pode estar justamente nas suas telas muito pequenas, das quais os usuários não esperam experiências vibrantes, como quando alguém promete um filme tridimensional no cinema ou mesmo na televisão.

Wikipedia vai mudar forma de licenciar conteúdo

Entenda a nova licença da Wikipedia


A partir do final de junho, a versão em inglês da Wikipedia contará com uma nova licença para seu conteúdo. Logo em seguida, as versões da enciclopédia livre em outros idiomas também farão a migração. Mas o que isso significa na prática?

Antes, o licenciamento utilizado na enciclopédia era o GNU Free Documentation License (GFDL). Agora a Creative Commons (CC) se tornará a licença padrão do conteúdo da Wikipedia - embora a GFDL ainda vá ser mantida em alguns casos. A mudança foi aprovada pelo Conselho Administrador depois que uma pesquisa com mais de 20 mil usuários comprovou que 76% eram a favor da nova licença.

Lançado navegador da internet especializado em ciências da vida

Pesquisadores da Universidade de Dresden (Alemanha), criaram um navegador para a Internet, também conhecido como browser, capaz de reconhecer termos técnicos das ciências da vida e localizar automaticamente informações adicionais sobre eles.

As ciências da vida - biologia, medicina, bioquímica etc. - contam com uma grande variedade de bases de dados contendo informações específicas, como as bibliotecas de genes e as informações sobre doenças, apenas para citar dois exemplos.

Plante uma árvore ao lado de sua casa e economize energia

Que cultivar árvores faz bem ao meio ambiente, todas as crianças já sabem. Mas que elas podem ajudar a diminuir a conta de luz no fim do mês já não é tão óbvio.

Pesquisadores norte-americanos descobriram que as árvores plantadas ao lado das residências podem diminuir o consumo de energia em 5%, desde que elas sejam plantadas na posição correta. Para o melhor benefício, as árvores devem ficar posicionadas para oferecer sombra nos lados oeste e sul das residências.

Custo de carbono
A pesquisa envolveu o acompanhamento de 460 residências na cidade de Sacramento, durante o verão. Estatísticas precisamente coletadas demonstraram que os ganhos vão além da diminuição da conta de luz: o "custo de carbono" também é diminuído com o cultivo das árvores.

Clonadora de Macs à beira da falência

A fabricante de clones de Macs, Psystar, entrou com pedido de proteção contra falência na última terça-feira, 26, no Estado da Flórida, Estados Unidos. O processo deve adiar a ação movida pela Apple contra a empresa, que oferece máquinas rodando o Mac OS X.

A Psystar tem uma dívida de mais de US$ 250 mil, na maior parte para empresas de entrega. Além disso, segundo a empresa, a crise econômica afetou as vendas de seus PCs, já que os consumidores passaram a comprar menos. A recessão também impactou nos negócios dos principais parceiros.

3 de junho de 2009

Google e Apple são suspeitos de infringir lei antitruste

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos está investigando empresas de tecnologia como o Google, Yahoo! e Apple. A acusação é de que as corporações possam estar violando leis antitruste.

O principal ponto que gerou as dúvidas diz respeito às contratações de executivos de uma empresa para outra. A ação pode representar infração às regras. As informações foram dadas pelo Wall Street Journal, que garante ter contatado fontes próximas ao caso.

Ainda em estágio inicial, o processo investiga diversas empresas do setor de tecnologia. O Departamento de Justiça não comentou oficialmente o caso.

O ramo da tecnologia já é conhecido pela briga na “troca” de seus funcionários. Em 2005 a Microsoft processou o Google por tentar impedir contratação de um de seus executivos. O mesmo aconteceu com a IBM que moveu ação contra a Apple. Apesar do embate inicial, os dois casos foram resolvidos fora dos tribunais.

Delphi Meeting reune desenvolvedores de todo o País em evento gratuito

A Borland Latin America, distribuidora exclusiva das ferramentas de desenvolvimento da Embarcadero no Brasil, realiza uma série de eventos sobre a tecnologia Delphi, o Delphi Meeting. Várias cidades serão visitadas e todos os eventos serão gratuitos.

O evento é voltado a desenvolvedores de software, arquitetos de sistemas, líderes de projetos de software e gerentes de desenvolvimento, que terão a oportunidade de tirar dúvidas de desenvolvimento com a ferramenta Delphi. Os eventos serão ministrados por Andreano Lanusse, Evangelista-chefe da Embarcadero Technologies para a América Latina.

Para obter mais informações ou realizar a inscrição gratuitamente, é só clicar aqui.

Próximos Eventos:
- Porto Alegre (RS) em 03/06;
- Vitória (ES) em 04/06;
- São Paulo (SP) em 05/06;
- Goiânia (GO) em 09/06;
- Natal (RN) em 10/06;

LG anuncia nova linha de TVs Time Machine

A LG Electronics lançou a nova linha de TVs Time Machine Digital, a terceira geração desse tipo de aparelho produzida pela empresa. São quatro novos modelos disponíveis, dois LCD (de 42 e 47 polegadas) e dois New Plasma (de 42 e 50 polegadas), que agora oferecem memória interna de 160Gb, com autonomia de gravação de até 45 horas de programação ou 13 horas em alta definição.

Os modelos LCD possuem resolução Full HD, com 1.920x1.080 pixels, já os de Plasma vêm com resolução HD, com 1.366x768 pixels. Segundo a LG, é possível gravar o canal que quiser a qualquer momento, ou até mesmo programar uma gravação futura.

As TVs têm conexão USB 2.0 que reproduz fotos, músicas e vídeos em formato DivX. A nova linha Time Machine já está disponível em São Paulo e Rio de Janeiro e os preços médios sugeridos pela companhia variam entre R$ 3.499 e R$ 5.999.

Sony apresenta controle por movimento

Não tem mais volta, agora os fanáticos por vídeogame terão que se acostumar com a ideia de deixar os controles tradicionais de lado. Essa semana a Microsoft apresentou os sensores de movimento para Xbox 360, a Nintendo, em 2006, já havia lançado para o Wii, e agora chegou a vez da Sony exibir sua versão.

A fabricante apresentou na última terça-feira, 2, na conferência de games E3, um protótipo de controles para PlayStation 3 que funcionam por emissão a partir de esferas de luz. A captação é feita por uma câmera, chamada de PlayStation Eye.

Na demonstração foi possível “manusear” espadas, cetros e outras armas, controladas pelo movimento. A Sony disse que a novidade estará disponível aos usuários apenas em 2010.

Opera 10 é lançado e promete ser mais veloz

A primeira versão de teste do Opera 10 foi apresentada nesta quarta-feira, 03. De acordo com a Opera Software, o navegador fará downloads mais rápidos e terá um número maior de ferramentas.

A companhia norueguesa garante que em sites como Facebook e Gmail, o desempenho do browser será 40% mais veloz e eficiente do que a versão antiga.

Apesar de ser o terceiro navegador mais utilizado em desktops, o Opera ainda fica muito distante dos líderes Microsoft e Mozilla. No entanto, lidera no mercado de aparelhos móveis.

Para fazer o download do Opera 10, clique AQUI.

Marinha diz que ainda não localizou nenhum destroço do Airbus

Condições meteorológicas no local são regulares com mar calmo.
Segundo navio da Marinha chegará à região às 18h, antes do previsto
.

A Marinha informou na tarde desta quarta-feira (3) que, até o momento, não localizou nenhum destroço do Airbus A 330-200 da Air France, que desapareceu no domingo (31) quando fazia o trecho Rio de Janeiro-Paris, com 228 pessoas a bordo.

Em nota divulgada à imprensa, a Marinha destaca que as condições meteorológicas na região do Oceano Atlântico onde ocorreu a queda do avião são regulares, com “visibilidade regular e chuvas esparsas" e mar calmo. Os militares informaram ainda que, até o fim do dia, contarão com um total de dois navios brasileiros na região do acidente.

O subchefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, coronel Jorge Amaral, disse, em entrevista na manhã desta quarta, que foram encontrados quatro novos pontos com destroços que podem ser do Airbus

O corveta “Caboclo” deve chegar ao local onde foram encontrados destroços do Airbus às 18h, antes do prazo inicialmente previsto de quinta-feira (4). A embarcação se juntará ao navio patrulha “Grajaú”, que desde às 11h de hoje está na área loalizada a cerca de 700 km a nordeste do arquipélago de Fernando de Noronha (PE). O navio patrulha tem uma lancha acoplada e um bote inflável.

Saiba quais foram os piores acidentes aéreos da história

Choque de Boeings matou 583 pessoas em 1977 nas Ilhas Canárias.
Conheça outros desastres que entraram para a história.























2 de junho de 2009

Voo 447 teria sido vítima de condições meteorológicas execráveis e falhas técnicas?

Os indícios de que dispõe o Escritório de Pesquisa de Acidentes (BEA, a sigla em francês), são, até o momento ínfimos: uma dezena de mensagens automáticas enviadas pelo avião que descrevem grandes avarias destes sistemas; o testemunho de um comandante de bordo de um avião da TAM que sobrevoou a zona do acidente e disse ter visto pontos laranjas na superfície do oceano. É pouco para responder às muitas questões pendentes. "Não sabemos nada", disse um funcionário da Air France, na manhã desta terça-feira, informa o jornal francês "Le Monde".

Alencar decreta luto de três dias por acidente da Air France

Brasília - O presidente da República em exercício, José Alencar, decretou nesta terça-feira luto oficial de três dias por causa do acidente envolvento o Airbus A330 da Air France. Segundo nota divulgada pelo Planalto, a homenagem foi feita agora tento em vista a localização em alto mar dos destroços da aeronave.

Nesta terça-feira, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou que a Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou cerca de 5 km de destroços e confirmou que são partes do Airbus da Air France.

Segundo a Air France, o avião levava 228 passageiros do Rio de Janeiro para Paris, sendo que 58 eram brasileiros.

O acidente

O Airbus A330 saiu do Rio de Janeiro no domingo (31), às 19h (horário de Brasília), e deveria chegar ao aeroporto Roissy - Charles de Gaulle de Paris no dia 1º às 11h10 locais (6h10 de Brasília).

De acordo com nota divulgada pela FAB, às 22h33 (horário de Brasília) o voo fez o último contato via rádio com o Centro de Controle de Área Atlântico (Cindacta III). O comandante informou que, às 23h20, ingressaria no espaço aéreo de Dakar, no Senegal.

Às 22h48 (horário de Brasília) a aeronave saiu da cobertura radar do Cindacta, segundo a FAB. Antes disso, no entanto, a aeronave voava normalmente a 35 mil pés (11 km) de altitude.

A Air France informou que o Airbus entrou em uma zona de tempestade às 2h GMT (23h de Brasília) e enviou uma mensagem automática de falha no circuito elétrico às 2h14 GMT (23h14 de Brasília). A equipe de resgate da FAB foi acionada às 2h30 (horário de Brasília).

Entenda as principais questões sobre o desaparecimento do avião da Air France

Maior dúvida envolve sequência de eventos que teriam causado desastre.
Técnicos consideram improvável que raio, sozinho, tenha derrubado avião.


O mistério que envolve o voo da Air France que desapareceu após decolar do Rio de Janeiro no último domingo (31) continua, enquanto autoridades prosseguem com as buscas em alto mar. O avião sumiu dos radares depois de sofrer uma pane após atravessar uma área de turbulência. Havia 228 pessoas a bordo. Objetos localizados no Atlântico podem ser destroços da aeronave, mas ainda não é possível confirmar esse dado, diz a Aeronáutica. Confira a seguir as principais perguntas e respostas -- muitas ainda provisórias e especulativas -- sobre o caso.

A tripulação do avião soube da tempestade no Atlântico?

Muito provavelmente sim. O risco de turbulência forte na região a partir da qual veio o último contato da aeronave da Air France é bem conhecido e quase constante ao longo de todo o ano. Além disso, as aeronaves contam com informações atualizadas sobre as condições climáticas no seu caminho. Nos últimos meses, aviões que fazem a rota Brasil-Europa já haviam experimentado um aumento da turbulência na região, segundo relatos de pilotos.

A região tem acidentes frequentes?

Apesar da presença de turbulências, não há um índice elevado de acidentes aéreos ali. Além disso, apenas 12% dos acidentes aéreos fatais acontecem em pleno voo, longe da decolagem e da aterrissagem, de acordo com dados da Boeing.

O avião seguiu o plano de voo?

Todas as informações disponíveis indicam que sim.

A tripulação tinha liberdade para modificar o trajeto da aeronave de maneira a escapar da tempestade?

Sim. De acordo com o comandante Ronaldo Jenkins, diretor técnico do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias, as rotas aéreas internacionais são definidas por meio de acordos entre os países cujo espaço aéreo é atravessado pelas aeronaves. Do lado do Brasil, essas negociações são conduzidas pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo, órgão da Aeronáutica. No entanto, numa emergência, a flexibilidade é grande.

"O piloto, em situação de emergência, pode se afastar tanto do eixo horizontal quanto do vertical da sua rota [ou seja, virando o avião, subindo ou descendo]. Após isso, ele deve comunicar imediatamente o controle aéreo. Se não for uma emergência, ele primeiro comunica o controle, que então verifica os níveis vagos na estrutura da aerovia na qual o avião está [a "estrada" imaginária que as aeronaves seguem] e dá a permissão", diz Jenkins.


Quais são as chances de um raio, sozinho, ter causado a queda do avião?

Muito baixas, de acordo com a maioria dos especialistas de aviação e segurança de voo. Os aviões possuem uma "capa" externa especialmente projetada para conduzir eletricidade de forma eficiente, fazendo com que, na prática, um raio "entre" por uma ponta do avião e "saia" pela outra sem causar danos.

Além disso, os aviões são atingidos por descargas elétricas de forma rotineira. Em entrevista à revista "Scientific American", o engenheiro Edward J. Rupke, da empresa Lightning Technologies (EUA), afirmou que cada avião comercial americano é atingido, em média, uma vez por ano por relâmpagos. No país, o último acidente atribuído diretamente a descargas elétricas foi em 1967. Na época, o raio causou a explosão do tanque de combustível de uma aeronave.

Por que a tripulação não pediu ajuda? Se pediu, o que a impediu de conseguir socorro?

Se a falha no sistema elétrico do avião foi mesmo catastrófica, a julgar pela mensagem automática transmitida para a Air France às 23h14 do dia 31, o mais provável é que os meios usuais de comunicação com o controle aéreo não estivessem mais disponíveis para a tripulação.

O que ocorreu primeiro, a pane elétrica ou a despressurização?

É impossível determinar isso com os dados disponíveis agora. Sem os sistemas elétricos, o avião passaria por uma súbita despressurização; por outro lado, a perda de pressão na cabine poderia, em tese, ocorrer sem que os demais sistemas da aeronave fossem danificados.

Como uma aeronave com tantos sistemas de segurança pode desaparecer?

Para o comandante Jenkins e outros especialistas em segurança de voo, dificilmente uma única causa -- raios, a força da turbulência ou outro problema ao longo da rota -- será responsável pelo desaparecimento de uma aeronave. Uma sucessão de eventos e problemas provavelmente concorreu para o que houve com o voo da Air France. Uma das hipóteses é que a forte turbulência tenha interagido com alguma falha estrutural no avião, levando à perda de sua capacidade de voar.

Existe algum prazo limite para as buscas?

Esse prazo ainda não foi definido. No entanto, de acordo com a Aeronáutica, 40 dias é o período considerado viável para a procura de sobreviventes, levando em conta a capacidade de sobrevivência de seres humanos no mar.

Saiba mais sobre as buscas ao Airbus

Destroços do avião foram localizados no oceano, diz ministro.
Saiba onde são feitas as buscas e qual a estrutura utilizada.























Veja nomes de passageiros do voo AF 447, segundo familiares e empresas

Airbus A330 desapareceu no caminho entre Rio e Paris.Lista oficial com nomes dos passageiros ainda não foi divulgada.

Pessoas de diversas origens estão entre os passageiros do voo AF 447, da Air France, que saiu do Rio de Janeiro na noite de domingo (31) rumo a Paris e desapareceu sobre o Oceano Atlântico. A lista oficial com os nomes dos passageiros ainda não foi divulgada, mas familiares e empresas já apresentaram 49 nomes de quem embarcou. O voo levava 216 passageiros e 12 tripulantes, segundo a companhia aérea.

Destroços de avião da Air France foram encontrados

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou na tarde desta terça-feira (2) que uma faixa com 5 quilômetros de comprimento de destroços foi encontrada na região do arquipélago de São Pedro e São Paulo. Segundo ele, isso comprova a queda do Airbus 330-200 da Air France, que voava do Rio de Janeiro para Paris e desapareceu .

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (2) que foram encontrados os destroços do Airbus 330-200 da Air France, que desapareceu na madrugada de segunda-feira (1º) quando voava do Rio de Janeiro para Paris. Segundo Jobim, ainda que nenhuma parte da aeronave tenha sido tirada do mar e analisada, a descoberta de uma faixa de cinco quilômetros de destroços na região do arquipélago de São Pedro e São Paulo, que incluem fios e outras peças, comprova que o material encontrado é mesmo do Airbus. "Não dá para imaginar que as ondas tenham passado pelas praias e juntado essa quantidade de material em uma mesma região", disse Jobim no hotel Windsor, no Rio de Janeiro, onde as famílias das vítimas estão reunidas.

Navios mercantes ainda não avistaram destroços, informa Marinha

Primeiro navio da Marinha só chega amanhã às 18h ao local.
Destroços podem ser indícios de que há sobreviventes, diz.


O diretor do Centro de Comunicação Social da Marinha, contra-almirante Domingos Sávio Almeida Nogueira, informou nesta terça-feira (2) que os navios mercantes que estão na região onde foram localizados objetos metálicos e não metálicos, que poderiam ser do avião da Air France que desapareceu no último domingo (31), ainda não encontraram os destroços avistados por aviões da Força Aérea Brasileira.

"Até esse presente momento, não temos notícia positiva do avistamento, pelos navios mercantes, destes destroços. Temos notícias que eles [destroços] estão lá. Os navios mercantes ainda não conseguiram avistar", disse o contra-almirante a jornalistas.

Dificuldade visual

Segundo o porta-voz da Marinha, existe uma "dificuldade visual" para encontrar os destroços. Ele explicou que há uma "diferença muito grande" de uma visão que se possa ter de um aeronave de uma visão na superfície.

"Na superfície, [a visão] sofre todo tipo de interferência. Uma posição que seja dada por uma aeronave de um determinado destroço. Ao ser passada pela Marinha, há um tempo de atraso para informar ao navio mercante, se dirigir para esse ponto. Isso não significa que o destroço não está na área. Está na área. Apenas não foi avistado pelo navio mercante", explicou o contra-almirante.

Coordenação

Domingos Sávio confirmou que a Marinha brasileira está coordenando as ações com os três navios mercantes que estavam cruzando a região no momento. Segundo ele, os navios mercantes, de nacionalidade francesa e holandesa, se dispuseram a interromper a sua rota para fazer as buscas aos possíveis destroços da aeronave. "Esses navios estão sendo vetorados para as posições que a FAB informa à Marinha", afirmou.

Sobreviventes

O contra-almirante afirmou ainda que os destroços indicam que podem haver sobreviventes. Segundo ele, a temperatura da água está alta na região, em torno de 28 a 30 graus. "Sempre há esperança", disse Domingos Sávio a jornalistas.

Navios da Marinha

O porta-voz da Marinha revelou que o primeiro navio da frota brasileira deverá chegar na região onde foram localizados destroços somente às 18h desta quarta-feira (3). Segundo Domingos Sávio, os navios da Marinha brasileira têm mergulhadores e médicos a bordo. "Se [o avião] estiver submerso próximo da superfício, é possível [chegar nele]", afirmou. Entre as embarcações enviadas, está um "navio tanque", que permitirá, segundo o contra-almirante, que os outros navios fiquem na região por até um mês - se necessário for.

Jornalista do Legacy questiona controle aéreo por desaparecimento de avião

Joe Sharkey faz perguntas para controladores de voo brasileiros.
Ele estava no jato que colidiu com voo da Gol em acidente de 2006.




O jornalista norte-americano Joe Sharkey, que estava no jato Legacy que colidiu com o voo da Gol que caiu na selva brasileira em 2006, publicou um texto em seu blog nesta terça-feira (2) questionando a responsabilidade do controle aéreo brasileiro pelo desaparecimento do Airbus da Air France que ia do Rio de Janeiro a Paris com 228 pessoas a bordo. Em um texto intitulado “Questões que pedem respostas”, ele elenca seis perguntas acerca do trabalho dos controladores aéreos do Brasil. “Quem? O quê? Quando? Onde? Por quê?”, resume.

Ameaça nuclear redefiniu as relações internacionais após a Segunda Guerra

Possuir a tecnologia atômica passou a ser elemento de ameaça.
Desde 1947, relógio criado por cientistas 'conta minutos' para o apocalipse.


Nesta semana, um teste nuclear feito pela Coreia do Norte voltou a levantar temores sobre o possível uso destrutivo da tecnologia atômica, que poderia levar a uma guerra mundial de grandes proporções. A ameaça do líder norte-coreano Kim Jong-il, no entanto, não é nova. Nem a dele e nem a de outras nações nucleares como Irã, Índia, Paquistão e EUA.

Depois que o mundo se deparou com a realidade dos efeitos atômicos nas cidades japonesas de Hiroshima e de Nagasaki, no fim da Segunda Guerra Mundial, as nações passaram a ter um elemento a mais para jogar na balança de poder: quem tem a bomba ganha de quem não tem. Apenas duas décadas após 1945, Inglaterra, União Soviética, China e França já tinham seus programas nucleares. A partir daí, Israel, Índia, Paquistão e Coreia do Norte também investiram na tecnologia.

"As armas nucleares remodelaram a política internacional e nosso entendimento de guerra. A posse da bomba se tornou um símbolo instantâneo de 'grande poder'", explica o especialista em relações internacionais e professor da American University Peter Howard, em entrevista ao G1.

Veja fotos da crise nas Coreias

"Os Estados adquirem armas nucleares por duas razões: status e segurança. Nações nucleares são grandes potências e devem ser tratadas com um certo respeito e diferença. Dois exemplos atuais disso são o Irã e a Coreia do Norte. Ambos querem ser levados a sério e procuram a capacidade de deter uma potencial ação militar de forças externas - leia-se EUA. A proteção nuclear também pode ser usada como provocação."

O auge do perigo

Apesar de hoje isso ser visível nas constantes ameaças da Coreia do Norte e do Irã, o período da história que mais viu essa ameaça de perto foi a Guerra Fria. Nesse período de constantes ameaças, as hostilidades entre os EUA e a ex-União Soviética (URSS) se baseavam na questão atômica. Segundo o Boletim dos Cientistas Atômicos (publicação criada em 1945 por um grupo de pesquisadores), na metade dos anos 1960, o arsenal americano era de 30 mil ogivas, e em 1980 a URSS tinha cerca de 40 mil. Como comparação, hoje, EUA e Rússia têm aproximadamente mil artefatos nucleares prontos para serem lançados.

O mais perto que o mundo esteve de uma guerra nuclear foi provavelmente durante a Crise dos Mísseis, em 1962, quando os EUA e a URSS acabaram conseguindo contornar a situação criada pelos artefatos em Cuba. "Os americanos tinham a invasão de Cuba como uma opção séria, e os soviéticos estavam armados com ogivas nucleares na ilha, autorizados a usá-las", afirmou Howard.

O professor de ciência política da Universidade de Indiana e autor de "Nuclear Proliferation in South Asia: Crisis Behaviour and the Bomb", Sumit Ganguly, concorda com a ideia do auge da Crise dos Mísseis. "Acredito que o perigo do uso nuclear é muito menor hoje do que nessa época da Guerra Fria."

Ameaça constante

Com a queda do muro de Berlim e o fim da União Soviética, a problemática nuclear se dissolveu, passando a afetar regiões específicas, como a Índia, o Paquistão e as Coreias. "A briga constante entre essas duas nações nucleares pela fronteiriça Caxemira levantou ameaças de uma guerra nuclear. O conflito de Kargil, em 1999, foi particularmente tenso, com dúvidas a respeito de quão perto o Paquistão esteve de usar seus artefatos nucleares."

Com o passar dos anos, o know-how nuclear e os materiais necessários para o uso da bomba viajaram por diversos países. Hoje, segundo especialistas, há ainda a ameaça de que terroristas consigam produzir armas atômicas. Segundo o Boletim dos Cientistas Atômicos, o urânio enriquecido (um dos materiais para a bomba) pode ser encontrado em mais de 40 países ainda sem poder nuclear.

A Agência Nacional de Energia Atômica estima que de 20 a 30 países têm capacidade ou intenção de produzir armas atômicas, enquanto as principais potências nucleares continuam modernizando seus arsenais.

Minutos para o apocalipse

Em 1947, dois anos após as bombas de Hiroshima e Nagasaki, um grupo de cientistas fundou nos EUA uma revista sobre o tema nuclear. Junto com a publicação, eles criaram um relógio simbólico que media os "minutos" que faltariam para uma possível guerra nuclear de proporções gigantescas no mundo. A meia-noite seria o fim dos tempos, segundo o Boletim dos Cientistas Atômicos. "O relógio simboliza a urgência do perigo nuclear que os fundadores da revista estão tentando alertar para o público e para os líderes mundiais", afirma o site do grupo (em inglês).

Desde o começo do relógio, periodicamente os pesquisadores alteram seus ponteiros, para mais ou menos perto da meia-noite. Hoje ele marca 23h55. O mais perto que ele esteve do apocalipse foram dois minutos a menos, em 1953 , quando os EUA decidiram seguir com seu projeto da bomba de hidrogênio e a União Soviética testou mais artefatos atômicos. Acompanhe abaixo os principais lances do relógio:




























Saiba por que a Coreia do Norte é motivo de preocupação

Potências são contrárias ao programa nuclear norte-coreano.
Ocidente teme que armas sejam usadas contra Coreia do Sul e Japão.

A Coreia do Norte voltou a ser motivo de preocupação internacional na segunda-feira (25), após ter anunciado um teste nuclear subterrâneo e testes de mísseis .

O lançamento provocou protestos da comunidade internacional e foi condenado pelo Conselho de Segurança da ONU, mas Pyongyang não cedeu às pressões e fez novos testes de mísseis de curto alcance nesta terça.

Na quarta, a Coreia do Norte ameaçou a Coreia do Sul com uma resposta militar após Seul ter aderido plenamente à iniciativa americana contra o tráfico de armas de destruição em massa, o chamado PSI. A imprensa sul-coreana também informou que Pyongyang retomou a produção de combustível nuclear nas instalações de Yongbyon . Na sexta, a Coreia do Norte fez novo teste de míssil .

O fechado país do imprevisível ditador Kim Jong-il lançou seu programa nuclear há mais de 20 anos e está há mais de 15 sob a pressão da comunidade internacional para que ele seja suspenso, provocando idas e voltas do governo de Pyongyang.

As potências acusam o governo norte-coreano de esconder informações sobre o programa nuclear e teme que, com o desenvolvimento de armas nucleares por Pyongyang, os rivais regionais -Coreia do Sul e Japão- sejam ameaçados.

As instalações de Yongbyon, a 96 km a norte de Pyongyang, onde é produzido o plutônio para a fabricação de armas atômicas, centram os esforços internacionais liderados pelos Estados Unidos para acabar com o programa.

Em abril passado, depois que o Conselho de Segurança da ONU censurou o lançamento de um foguete de longo alcance, o regime de Pyongyang afirmou que abandonaria as negociações para o fim do programa e reabriria Yongbyon.

Segundo especialistas, desde que seu reator de cinco megawatts começou a funcionar em 1987, a Coreia do Norte produziu plutônio suficiente para fabricar até 12 pequenas bombas atômicas.

No mesmo complexo, há outros dois reatores, que não parecem estar em funcionamento, e uma usina de processamento de plutônio.

Em 1994, as tentativas de retirar o combustível nuclear utilizado de Yongbyon provocaram a primeira crise entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos.

O Pentágono elaborou então um plano para bombardear estas instalações, mas a ação diplomática de um grupo de negociadores liderado pelo ex-presidente americano Jimmy Carter evitou um conflito e desembocou no fechamento do complexo durante oito anos.
Sob o Acordo Marco de 1994 entre Pyongyang e Washington, um consórcio internacional começou a construir dois reatores de água leve, que embora possam gerar eletricidade não podem produzir plutônio para a fabricação de armas.

Os Estados Unidos forneceram, além disso, cerca de 500 mil toneladas anuais de diesel, embora os envios tenham sido adiados.

Mas o acordo foi violado quando Washington acusou a Coreia do Norte de desenvolver em segredo um programa de urânio altamente enriquecido.

Pyongyang negou as acusações, mas voltou a colocar o complexo de Yongbyon em funcionamento, expulsou os inspetores nucleares das Nações Unidas e anunciou que abandonava o Tratado de Não-Proliferação Nuclear.

Em outubro de 2006, a Coreia do Norte realizou seu primeiro teste nuclear.

No entanto, seis meses mais tarde as duas Coreias, Estados Unidos, Japão, China e Rússia alcançaram um acordo prometendo ajuda energética e vantagens diplomáticas a Pyongyang em troca de sua total desnuclearização.

Em consequência, o complexo Yongbyon foi fechado em julho de 2007, e as autoridades norte-coreanas começaram a desmantelar suas principais instalações. Mas as negociações entre estes seis países foram congeladas em dezembro passado devido aos desacordos sobre os meios para comprovar as atividades nucleares declaradas pela Coreia do Norte.

Se as negociações forem retomadas, uma parte essencial da verificação consistiria em determinar a dimensão das reservas de plutônio norte-coreanas.

O Instituto de Ciência e Segurança Internacional, com sede em Washington, calculou esta reserva entre 46 e 64 kg.

Se considerado que, com entre 28 e 50 kg pode-se fabricar entre cinco e 12 bombas nucleares, afirmou o organismo em fevereiro de 2007.

Quando em junho de 2008 a Coreia do Norte entregou sua declaração nuclear afirmou dispor de uma reserva de plutônio de 31 kg.

Fome e subdesenvolvimento

O país do ditador Kim Jong-il vive sob um regime comunista fechado, com uma ideologia oficia, que prega a auto-suficiência. Mas, na prática, o governo assola parte da população com a fome, o terror e o subdesenvolvimento.

Mais de um terço das crianças norte-coreanas sofrem de grave desnutrição, advertiu recentemente o Programa Alimentar Mundial (PAM).

Desde 1995, o país é cenário de períodos de fome que provavelmente causaram a morte de centenas de milhares de pessoas.

A fome se explica pelas numerosas catástrofes climáticas que afetam o país, como inundações ou secas. Mas também, segundo os analistas, devido a uma agricultura coletivista e a uma precária rede de distribuição alimentar.

Em relação aos direitos humanos, o cômputo é ainda considerado mais terrível.

"O regime segue cometendo numerosas e graves violações" dos direitos humanos, considerou o Departamento de Estado em seu relatório anual divulgado no final de 2007.

Entre essas violações, os Estados Unidos já denunciaram as execuções extrajudiciais, desaparecimentos e prisões arbitrárias, tortura, abortos e infanticídios forçados na prisão, a ausência de liberdade de expressão e de religião e as tentativas do governo de controlar a informação.

Símbolo da guerra fria entre os Estados Unidos e a União Soviética, a península coreana foi dividida em duas partes pelo paralelo 38.

A Coreia do Sul e a Coreia do Norte proclamaram sua independência em 1948, antes de se enfrentarem militarmente entre 1950 e 1953, deixando cerca de 3 milhões de mortos em ambos os lados.

A Coreia do Norte foi dirigida com mão-de-ferro por seu fundador Kim Il-Sung até 1994, tendo como sucessor o filho dele, Kim Jong-Il.

O país dedicou a Kim Il-Sung um culto à personalidade próximo da idolatria. No final dos anos 1980, cerca de 34 mil monumentos foram erguidos em sua homenagem.

Depois de sua morte em 1994, continua sendo oficialmente "presidente eterno".

Em 2002, o regime comunista introduziu uma leve dose de economia de mercado, autorizando certa flexibilidade nos preços.

Nos últimos meses, o estado de saúde de Kim Jong-il vem sendo alvo de especulações. O regime rebate divugando fotos de suas aparições públicas, muitas vezes sem especificar a data da realização das imagens.














































Sistema operacional do Google começa a ganhar espaço em netbooks

Android é uma das apostas da Acer, 3ª maior fabricante de computadores.
Sistema ainda não ameaça domínio do Windows, dizem analistas.

Acer, terceira maior fabricante de computadores no mundo, planeja vender netbooks que executam o sistema operacional gratuito Android, do Google, apresentando mais uma potencial ameaça ao Windows, da Microsoft.

A Acer foi a primeira a anunciar oficialmente que está produzindo computadores com o sistema operacional Android, semanas após ter dito que planeja lançar smartphones com a mesma plataforma no final deste ano.

"Os netbooks de hoje não estão perto da perfeição de jeito nenhum. Em dois anos, todos serão muito diferentes", afirmou Jim Wong, presidente global da Acer para produtos de Tecnologia da Informação, em uma coletiva de imprensa na Computex, segunda maior feira mundial de computadores, em Taipei.

"Se nós não continuarmos mudando nossos dispositivos de internet móvel, os consumidores podem não escolhê-los mais."

Wang evitou fornecer qualquer meta de exportação ou de preços dos netbooks Android, que funcionarão com o processador Atom, da Intel, de baixo custo e baixo consumo de energia. Mas ele disse que a companhia continuará exportando netbooks com o Windows.

Nada garantido

Os netbooks são máquinas portáteis com poucos recursos, ideais para navegar na internet, e normalmente custam em torno de US$ 300 cada. Um computador dessa categoria com o sistema operacional Android pode ser mais barato, uma vez que fabricantes pagam cerca de US$ 25 para instalar o Windows XP em cada netbook, segundo analistas.

"Enquanto estivermos fabricando esse novo netbook Android, nós não iremos descartar o outro", esclareceu Wong. "Ambos os sistemas ainda continuarão disponíveis aos clientes, e um não será descartado por causa do outro".

Analistas afirmaram que ainda é muito cedo para dizer se o Android realmente pode ameaçar o domínio do sistema operacional Windows no universo dos computadores, apontando para a ausência de aplicativos e softwares que suportam o Android.

"Nós ainda temos que ver quais tipos de aplicativos o Android pode executar e quão estável será", explicou Vincent Chen, analista da Yuanta Securities.

Tetris completa 25 anos

Sabe aqueles minigames de 10 mil jogos que você certamente teve na infância e perdeu mais tempo tentando achar diferença entre os 5 tipos de jogos do que jogando? Então, a maioria destes minigames portava um jogo simples, porém viciante, chamado Tetris.

Tetris, um dos mais conhecidos e jogados de todos os tempos completa 25 anos essa semana!!! Programa, desenvolvido pelo russo Alexey Pajitnov, que na época tinha 29 anos, vendeu mais de 70 milhões de cópias em todo mundo e deu as caras no Atari, Nintendo 8 Bits, Game Boy, Master System e hoje continua firme e forte em consoles como o Nintendo DS

Você já deu a sua “Bingada” hoje?


A Microsoft lançou oficialmente o Bing, a sua mais nova aposta para tentar concorrer com o Google, que atualmente é o serviço de busca mais utilizado do mundo.

Pra começar, a Microsoft afirma que o Bing não é um “mecanismo de buscas” e sim um “mecanismo de decisões”, e promete mostrar resultados mais relevantes e atualizados que as outras ferramentas do mercado.

Outro recurso apresentado pelo Bing é a busca por categorias. Aparentemente a engine não coloca todos os resultados “no mesmo saco” e mostra ao usuário vários sub-assuntos para cada busca. Por exemplo, ao procurarmos por “frutos do mar”, poderemos escolher entre categorias como restaurantes especializados, dicas de culinária, informações sobre vida marinha, tratamentos contra alergia a frutos do mar e muito mais.

O Bing também dá sugestões de compra de determinado produto e possui uma busca de vídeos e mapas bastante dinâmica.

O único problema é que por enquanto, esse método de refinamento de buscas funciona apenas para usuários norte-americanos e nós brazucas podemos usar o serviço apenas como um simples site de buscas.

Será que com esse novo serviço, a Microsoft consegue deslanchar de vez nas buscas online? Ou se tornará apenas mais um “Live Search”?

Casa Branca contrata executivo do Google

Onde você preferiria trabalhar: no Google, com todo o status de ser uma das empresas mais descoladas do mundo, com sala de jogos, descanso ou na Casa Branca, ao lado do presidente dos Estados Unidos Barack Obama?

Andrew McLaughlin, até então chefe de políticas públicas do gigante das buscas preferiu a companhia de Obama e um cargo no gabinete de tecnologia do governo norte-americano.

McLaughlin fará companhia a outros dois profissionais ex-Google. Katie Stanton ocupava o cargo de diretora de projetos na empresa de tecnologia e se tornou diretora de participação pública da equipe do presidente americano. Outro que arrumou as malas para a Casa Braça foi Sonal Shah, ex-diretor de desenvolvimento do Google.org que agora ocupa a posição de coordenador de inovação social da Casa Branca.

Alguns críticos americanos dizem que essa relação entre Google e governo federal pode ser prejudicial no caso de uma eventual ação judicial contra a gigante da internet.

Adobe lança duas novas ferramentas para Flash

Duas novas ferramentas para desenvolvedores de aplicações para web na plataforma Flash foram liberadas pela Adobe nesta segunda-feira, 01.

No Adobe Labs os usuários já podem fazer o download do Adobe Flash Builder 4, ferramenta que ajuda a criar aplicações ricas de internet, e do novo Adobe Flash Catalyst, desenvolvido para que designers criem interfaces sem a necessidade de manipular códigos.

As duas novas ferramentas foram produzidas baseadas no framework de código aberto Flex 4. Para fazer o download dos novos softwares clique AQUI.

Co-fundador do Google quer quebrar 'Lei de Page'

O co-fundador do Google, Sergey Brim, comentou durante o Google I/O 2009 (Developer Conference) deste ano que pretende quebrar a “Lei de Page” (Page’s Law). Nomeada em homenagem ao colega de Brim e também fundador do Google, Larry Page, a “lei” diz que “a cada 18 meses, softwares se tornam duas vezes piores”.

O termo é uma brincadeira com a Lei de Moore, que afirma que a velocidade dos computadores dobraria a cada 18 meses.

O comentário de Brim surgiu abrindo a nova proposta de criação de aplicativos para o Google. A promessa do co-fundador é de gerar aplicativos que terminem com a lógica de que computadores se tornam mais lentos com o passar do tempo, mesmo com hardwares iguais.
Copyright © 2010 Revista Virtual All rights reserved.
Wp Theme by RaphaelAlves. Blogger Template by Ph