26 de junho de 2010

Meta Tags - Parte 3

As meta tags não servem só para divulgar seu conteúdo.
Basicamente, a função delas é fornecer informações adicionais sobre seu site. Vamos conhecer melhor algumas meta tags interessantes.

content-language

Especifica a língua primária da página. Útil para ajudar os buscadores a classificar seu site no idioma apropriado, orientar os navegadores a exibirem a acentuação e caracteres especiais corretamente e para facilitar o uso de corretores ortográficos.

Alguns valores possíveis:

pt Português

pt-br 
Português do Brasil

en 
Inglês

en-us 
Inglês dos EUA

en-gb 
Inglês Britânico

fr 
Francês

de 
Alemão

es 
Espanhol

it 
Italiano

ru 
Russo

zh 
Chinês

ja 
Japonês


Um exemplo usa o valor "pt":
<meta http-equiv="content-language" content="pt">
content-type
Especifica o tipo de conteúdo da página e o conjunto de caracteres que ele usa. É recomendável utilizar esta meta tag em todas as páginas do seu site, porque ela garante que os navegadores irão tratar seu documento da maneira mais apropriada, especialmente quando você utiliza formulários para enviar informações
entre páginas. Para quem desenvolve páginas em idiomas orientais, utilizar o conjunto de caracteres apropriados é fundamental para que eles sejam exibidos corretamente.
Os valores mais comuns são:

<meta http-equiv="content-type" content="text/html;
charset=iso-8859-1">


Onde text/html define que o conteúdo é um texto em linguagem HTML. Se você desenvolve
sites em XHTML ou XML certamente sabe que deverá os valores "application/xhtml+xml" e "application/xml",
respectivamente.
iso-8859-1 é a codificação da linguagem mais comum para exibir textos em
línguas derivadas do latim.

Através das meta tags você também pode declarar sua autoria
sobre a página, "assinando" seu código fonte:

author

Eu considero esta tag importantíssima. Ela pode ser útil quando algum usuário procura pelo seu nome em um buscador, ou quando o site do seu cliente não tem uma forma de contato direto com você desenvolvedor por alguma razão.

<META NAME="author" CONTENT="Erika Sarti">

Infelizmente, trabalhamos com o risco de clientes não pagarem pelo nosso trabalho, motivo pelo qual também é importante manter uma tag com o seu nome no código do site para provar que ele foi desenvolvido por você.

reply-to

Especifica um endereço de e-mail para entrar em contato com o(s) responsável(is) pelo
site.

<meta name="reply-to" content="erikasarti@infowester.com">

Alguma vez você já reparou que quando edita uma página HTML feita no FrontPage ou no Word é o programa que a gerou que abre para edição, e não o Bloco de Notas ou seu editor não-visual
padrão? Isso é por causa da meta tag generator, que especifica o programa que construiu a página:

<meta name="generator" content="Microsoft FrontPage
5.0">


É assim que o Windows sabe que editor utilizar e que ícone mostrar ao exibir um arquivo .htm ou .html numa pasta.No próximo e último artigo da série sobre meta tags, o uso da tag refresh e como ele pode ser substituído por PHP para redirecionamento de páginas.
Parte 1 | Parte 2 | Parte 4
Postar um comentário
Copyright © 2010 Revista Virtual All rights reserved.
Wp Theme by RaphaelAlves. Blogger Template by Ph