13 de janeiro de 2010

GLOSSÁRIO- Partidos políticos

D
DEM
Criado por integrantes do extinto PDS (antiga Arena), partido de sustentação do regime militar, o DEM surgiu em 1985 como PFL. O partido teve origem no movimento da Frente Liberal, composto por descontentes com a indicação de Paulo Maluf para disputar as eleições indiretas daquele ano.
P
PPCB
Remanescente do partido comunista fundado em 1922, o "Partidão", como é conhecido, passou por longos períodos de sua história na ilegalidade, motivados pelos governos vigentes. Também sofreu com as inúmeras divergências que resultaram na criação de partidos, como o PC do B e, mais recentemente, o PPS.

PCdoB
Com origem no PCB fundado em 1922, alternou, ao longo de sua história, períodos de ilegalidade e outros, menos frequentes, de atuação aberta e pública. Concentrou os militantes do marxismo-leninismo no país até 1956, quando houve uma cisão do movimento comunista internacional.

PCO
O PCO surgiu da corrente Causa Operária do PT, expulsa pelo partido em 1991. Com ideais trotskistas, a facção foi considerada radical pela cúpula petista. Em 1989, com a candidatura do sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto, o grupo participou da campanha eleitoral denunciando a formação de uma frente entre o PT e a chamada burguesia.

PDT
O PDT surgiu no início da década de 80, sob a liderança de Leonel Brizola, a fim de levar adiante ideais trabalhistas no país antes defendidos por Getúlio Vargas. A sigla foi criada após a disputa de Brizola com o grupo comandado pela deputada Ivete Vargas, sobrinha de Vargas, que reivindicava a utilização da legenda PTB em seu partido.


PHS
Partido criado sob inspiração social-cristã, foi fundado em 1996 como PSN (Partido da Solidariedade Nacional). Em 2003, uniu-se ao grupo que tentava formar o PHD-B (Partido Humanista Democrático - Brasil), incorporando o Humanista no nome.

PMDB
Partido que mais congregra filiados no país, o PMDB foi fundado em 1966, resultado da instalação do bipartidarismo no país e da extinção das demais siglas imposta pela ditadura militar por meio do AI-2 (Ato Institucional número 2). O partido, originalmente MDB, fazia oposição ao regime vigente, que era apoiado pela Arena (governista).

PMN
Fundado após a abertura democrática do país, em 1985, teve entre seus primeiros membros Celso Brant, ex-ministro do governo Juscelino Kubischek. Pelo partido, Brant foi candidato à Presidência da República em 1989. Em 1998 o partido também lançou candidatura própria à Presidência, com o nome do brigadeiro Ivan Frota.

PP
Inicialmente PPR, o partido tem origem no antigo PDS, partido de apoio ao regime militar. Foi fundado em 1993, fruto da fusão do PDS com o PDC. Mais tarde, em 1995, uma nova fusão com um outro PP (este criado no ano anterior, também por agregação de vários partidos) deu origem ao PPB. Em 2006, retirou o "B" de sua sigla, ficando apenas PP.

PPS
O PPS surgiu em 1992, oriundo do antigo PCB (Partido Comunista Brasileiro), quando, após uma consulta interna, decidiu mudar de nome para se adequar à nova ordem mundial que teve início com o fim da União Soviética. Um outro grupo, descontente com as mudanças, resolveu continuar com a sigla PCB.

PR
Caçula entre os partidos registrados no país, o Partido da República surgiu em 2006 com a fusão do PL com o Prona (partido do Enéas Carneiro, morto em 2007). Na época, os partidos tentavam escapar da cláusula de barreira, que previa restrições a partidos que não atingissem um número mínimo de votos nas eleições.

PRB
Criado em 2005 como PMR (Partido Municipalista Renovador), defendeu ideais republicanos como a liberdade de expressão, os valores da família e a maior participação do Estado na sociedade. Em 2006, mudou seu nome para o atual PRB.

PRP
O partido reivindicou em sua história heranças dos partidos republicanos criados a partir da Proclamação da República, em 1889. Foi fundado em 1991. Adhemar de Barros Filho, filho do lendário governador paulista Adhemar Pereira de Barros, fundador de um outro PRP na década de 40, foi um de seus dirigentes.

PRTB
Fundado por membros do extinto PTR, o PRTB reivindica o legado do deputado federal Fernando Ferrari, dissidente do PTB getulista dos anos 50 e fundador do MTR (Movimento Trabalhista Renovador).

PSB
O PSB surgiu em 1947, após o fim do Estado Novo, com origem na Esquerda Democrática. Surgiu, inclusive, com o mesmo programa e propostas do bloco que fazia oposição à UDN. Defendia reformas imediatas como a nacionalização de áreas economicamente estratégicas, a ampliação dos direitos dos trabalhadores, a garantia de saúde e educação públicas, além do desenvolvimento da democracia e dos meios de participação popular.

PSC
Partido criado após redemocratização do país, em 1985, remete sua fundação à tentativa frustrada do ex-deputado da Arena Pedro Aleixo de criar o PDR em plena ditadura militar.

PSDB
Dissidência do PMDB, o PSDB foi fundado em 1988 tendo como pano de fundo os trabalhos da Assembleia Constituinte. Contou, desde sua fundação, com nomes de peso na política nacional, como o então senador e ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ex-governador de São Paulo Mário Covas

PSDC
O PSDC surgiu em 1995, fundado pelo ex-integrante do PDC (Partido Democrata Cristão) José Maria Eymael. Ele não concordou com a fusão do seu partido com o PDS a fim de criar o PPR e incorporou a letra "S" na sigla de sua antiga legenda para prosseguir com os conceitos da democracia cristã no país.

PSL
Baseado no social liberalismo, defendendo uma menor participação do Estado na economia, o PSL foi criado em 1995, mas obteve seu registro na Justiça Eleitoral apenas em 1998.

PSOL
Um dos mais novos entre os partidos políticos do país, o PSOL surgiu em 2004 reunindo dissidentes do PT descontentes com os rumos do governo Lula. Entre as principais lideranças estava a ex-senadora Heloísa Helena, expulsa do PT por ser considerada "radical".

PSTU
União de diferentes organizações, grupos e ativistas independentes, foi fundado em 1994 por dissidentes do PT que compunham a corrente Convergência Socialista. Segundo o entendimento dos dissidentes, o PT não representava uma "alternativa estratégica para a construção de uma direção revolucionária para o país".

PT
Foi fundado em 10 de fevereiro de 1980, num encontro nacional em São Paulo. Sob a liderança do então sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva, o partido reunia a classe trabalhadora aliada a intelectuais de esquerda que lutavam contra a ditadura militar

PT do B
Organizado por dissidentes do PTB, em 1989, obteve seu registro definitivo apenas em 1994. Em 1998, lançou o candidato a presidente João de Deus Barbosa de Jesus, que obteve 198 mil votos. Em 2006, elegeu o deputado federal Vinicius Carvalho, pelo Rio, com cerca de 311 mil votos, o melhor resultado da legenda em eleições.

PTB
Com mais de 60 anos de história, o PTB tem suas raízes ligadas ao getulismo e ao movimento trabalhista que ganhou força a partir do governo de Getúlio Vargas (1930-1945 e 1951-1954). Deixou de existir em 1965, com a extinção dos partidos políticos durante o regime militar, e retomou suas atividades em 1981, com a volta do pluripartidarismo.

PTC
Fundado em 1985 como PJ (Partido da Juventude) após a redemocratização, muda o nome para PRN antes das eleições de 1989. Na ocasião, lança o jovem alagoano Fernando Collor de Mello à Presidência da República, em chapa também composta pelo mineiro Itamar Franco. Eleito, Collor deixa a Presidência em 1992, após sofrer processo de impeachment.

PTN
O PTN surgiu em 1945, fundado por Hugo Borghi, um dos líderes do "queremismo" - movimento que reivindicava a volta de Getúlio Vargas ao poder - e outros dissidentes do PTB. Extinto em 1965 pelo AI-2, durante a ditadura, foi refundado em 1995.

PV
Fundado por ecologistas e ativistas da causa ambiental, o PV nacional tem suas origens ainda na década de 80, baseado nos partidos ambientalistas que surgiam no mundo todo. Sua principal bandeira é a defesa ambiental.
Postar um comentário
Copyright © 2010 Revista Virtual All rights reserved.
Wp Theme by RaphaelAlves. Blogger Template by Ph