29 de maio de 2010

OS MOVIMENTOS DA TERRA

Os movimentos da Terra são os movimentos simultâneos realizados pela Terra no espaço. Existem ao todo cinco movimentos principais:
  • Rotação - A Terra gira em torno de si mesma, em torno de seu eixo imaginário. A duração da rotação é de 24 horas.
  • Translação - é o movimento que a Terra executa ao redor do Sol; leva um tempo total aproximado de 365 dias e 6 horas até que se complete um ano.
  • Precessão dos equinócios - é o movimento de deslocamento do eixo da Terra, executando uma trajetória semelhante à de um pião. De modo análogo a um pião, o eixo da terra descreve uma superfície cônica em torno da reta normal ao plano da órbita da terra em torno do Sol. É o responsável pelas eras astronômicas, com duração de cerca de 2240 anos em cada signo do Zodíaco. Demora aproximadamente 25.868 anos até completar uma precessão e o eixo da Terra se deslocar por todos os doze signos.
  • Nutação - é, na astronomia, uma pequena oscilação periódica do eixo de rotação da Terra com um cíclo de 18,6 anos. Ela é causada pela força gravitacional da lua à Terra. A nutação é provocada por uma inclinação de 5,1º do plano da órbita da Lua em relação à eclíptica, pela qual a Precesão é durante 9 anos de maior e depois 9 anos de menor intensidade do que na média. Este efeito é matemáticamente separado em duas componentes: a nutação ecliptica longitudinal de ±17,24" e a inclinação da eclíptica de ±9,21".
  • Revolução - é o movimento executado pela Terra ao redor do centro da Via Láctea junto com o Sol, descrevendo uma trajetória helicoidal. Não se trata de um movimento próprio da Terra, uma vez que a Terra está sendo arrastada pelo Sol.
Além desses cincos movimentos, há outros movimentos menores que são variações destes, como a nutação (variações do eixo durante a precessão) e a polariadade invertida.

  • Deslocamento do Periélio: é o deslocamento do eixo que marca a posição de mínima distância entre a Terra e o Sol.
  • Obliqüidade da ecliptica: variação do ângulo formado entre o Plano da órbita da Terra (Plano da Ecliptica) e o Plano do Equador. Esta variação vai de 22 graus até 24 graus e 30 minutos e leva mais ou menos 42 mil anos. Atualmente, a inclinação diminui 47" por século. Há 7.660 anos atrás a inclinação era de 24° 30'. Daqui a 11.490 anos a inclinação será de 22°. Esta variação é causada pela ação perturbadora do Sol e da Lua.
  •  
  • Variação da Excentricidade da órbita: trata-se da variação da forma da órbita da Terra em volta do Sol, ora mais circular e ora mais eliptica. Duração = 92 mil anos. Variação do Afélio: 150 milhões km a 157 milhões km. Variação do Periélio: 143 milhões km a 149 milhões km. Há evidências de que a excentricidade está diminuindo. Pode ser o movimento responsável pelas grandes glaciações.
  •  
  • Perturbações planetárias: movimentos irregulares e pouco previsíveis que podem ser provocados pela força gravitacional de outros planetas, principalmente Vênus e Júpiter.
  •  
  • Movimento do Centro de Massa Terra-Lua: trata-se do giro que faz o centro de massa do sistema Terra-Lua em torno do Sol.
  •  
  • Movimento em torno do Centro de Massa do sistema solar: movimento de revolução ou translação que a Terra faz em torno do centro de massa do sistema solar (centro de massa que existe entre o Sol e todos os seus planetas).
  •  
  • Movimento de marés: trata-se da contração e descontração do globo terrestre em razão da força gravitacional da Lua e do Sol.
  •  
  • Rotação junto com a galáxia: a Via-Láctea gira em torno de seu centro, fazendo uma volta completa em torno de 250 milhões de anos. Assim, o Sol e todos os planetas (inclusive a Terra) giram também em volta do centro da galáxia.
  •  
  • Revolução junto com a galáxia: como todo o universo está em expansão, nossa galáxia também viaja no espaço. Assim, a Terra e todos os demais planetas, inclusive Lua e Sol, estão se deslocando junto com a Via-Láctea.

Postar um comentário
Copyright © 2010 Revista Virtual All rights reserved.
Wp Theme by RaphaelAlves. Blogger Template by Ph