28 de novembro de 2009

Desligar o computador, hibernar ou deixar em standby?

Você sabe que, ao finalizar o seu trabalho em um computador, existem três maneiras de desligá-lo? Na verdade, uma delas é o desligamento total, propriamente dito. E outras duas são um desligamento diferenciado, que têm algumas características próprias.

O modo “Dormir”, ou “Stand By”, coloca o sistema em espera, e você pode retornar as atividades de onde parou. É o que acontece com o notebook, por exemplo, quando você fecha a tela sem fazer o desligamento total. Você já deve ter percebido que a luzinha continua piscando, ou seja, ele não está totalmente parado. A bateria continua sendo consumida, logicamente, em uma escala menor. Só que, ao religar o equipamento, o retorno será bem mais rápido do que se ele tivesse sido desligado por completo.

Já a função “Hibernar” desliga o computador por completo, mas grava o estado atual da máquina. Toda a informação que está na memória é gravada no HD – e por isso, o desligamento pode ser um pouco mais demorado. Em compensação, a volta é mais rápida do que quando você faz o desligamento total, e todas as informações e janelas que estavam abertas antes do desligamento voltam como se nada tivesse acontecido.

Portanto, preste atenção. Muitas vezes, o modo “Hibernar” pode ser bem mais interessante do que o “Desligar”, tanto em desktops quanto em laptops, já que nenhuma energia será consumida e todos os programas em execução estarão de volta, assim que você ligar o computador.

Postar um comentário
Copyright © 2010 Revista Virtual All rights reserved.
Wp Theme by RaphaelAlves. Blogger Template by Ph